Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Feminismos é Igualdade

02
Jan19

O Feminismo na Música


umarmadeira

ARTIGO DE CARINA TEIXEIRA

beyonce

Hoje vou falar-vos sobre uma pessoa que, para mim, é uma inspiração, não só como cantora, mas também como pessoa: a Beyoncé. Como muitos sabem, muitas das músicas de Beyoncé têm uma perspetiva feminista, nomeadamente sobre o empoderamento das mulheres a nível financeiro, de obterem a sua própria independência, sobre cuidarem de si mesmas e, ainda, sobre a superação após o fim de um relacionamento. Falamos de singles como “Independent Woman”, “Survivor”, “Me, Myself and I”, “If I Were a Boy”, “Run the World (Girls)”, entre outros.

O single “Irreplaceable” é um dos singles da cantora que mais gerou controvérsia e que foi entendido como uma afronta aos homens, uma vez que se trata de uma letra que fala sobre um término de relacionamento por causa de uma traição, em que a mulher o substitui por outro, tratando o homem como algo descartável. A cantora inverte os papéis para provar um ponto de vista, fazendo uso do lugar do masculino para falar do feminino, uma vez que, na sociedade patriarcal em que vivemos, muitas mulheres são tratadas como objetos e são vistas como substituíveis pela próxima (independentemente da idade, da beleza, etc). Ou seja, ela faz-nos ver como é cruel tratar as pessoas como se tivessem um prazo de validade e não tivessem nenhum valor.

Durante toda a sua carreira de cantora, nos concertos ao vivo, Beyoncé apela ao feminismo, fazendo discursos sobre o assunto. Gostaria de referir um, uma vez que ainda hoje me toca bastante: “Nós ensinamos as meninas a se retraírem para diminuí-las. Nós dizemos a elas para terem ambição, mas não muita. Que devem ser bem-sucedidas, mas não muito porque, caso contrário, ameaçarão os homens. Nós educamos as meninas a se verem como concorrentes, não pelo emprego e realizações – o que penso que pode ser uma coisa boa – mas, sim, pela atenção dos homens. Nós ensinamos as meninas que não podem ser sexuais da mesma forma que os meninos são. Por eu ser mulher, esperam que eu queira casar e esperam, ainda, que eu faça as minhas próprias escolhas na vida, tendo em conta que o casamento é o mais importante. Uma pessoa que é feminista acredita na igualdade social, política e económica entre os sexos.” (Discurso no TEDxEuston, 2013, traduzido)

Contudo, apesar da cantora ter uma perspetiva feminista e ser ativista pela igualdade de género, muitos críticos pensam que é uma farsa e que se trata apenas de uma autopromoção e oportunismo. Independentemente disso, o que esta mulher demonstra na sua discografia é a constante preocupação com os problemas que afetam o universo da mulher.

O que fica é a propagação positiva da mensagem de incentivo, superação, independência, realização profissional, inspiração para realizar os seus sonhos, alcançar objetivos, ou seja, o empoderamento das mulheres.

bannerCarina